sábado, 26 de março de 2011

Por Onde Anda...Barbara Eden

Barbara Jean Morehead nasceu em 1934 no Arizona (EUA). Seus pais (Alice e Hubert) se separaram quando ela tinha três anos (1937). Mãe e filha se mudaram para San Francisco, onde ela se casou novamente. 


Aos 14 anos ela cantava na Igreja e aos 16 entrou para o Actor's Equity. Aos 17 foi eleita Miss San Francisco (1951). Abaixo, Barbara em 1954 (20 anos):




Já medianamente famosa, Barbara apareceu em diversos programas de TV, como The Johnny Carson Show,  I Love LucyGunsmoke The Virginian e outros. E, entre 1957 e 1959, protagonizou a série How to Marry a Millionaire (Como Agarrar Um Milionário), uma série de 52 episódios baseada no filme homônimo, de 1953. Abaixo, Barbara Eden, Merry Anders e Lori Nelson, em How to Marry a Millionaire:






Em 1958, ela se casou com o também ator Michael Ansara (1922/). 


Em 1960, Barbara participou de From the Terrace, um filme com Paul Newman , Joanne Woodward e Myrna Loy.


Também participou de Flaming Star, com Elvis Presley, neste mesmo ano:




Em 1961 ela apareceu em Viagem ao Fundo do Mar (TV) e em 1962 participou de Swingin' AlongThe Wonderful World of the Brothers Grimm (Cinema, abaixo). Em 1963 ainda fez The Yellow Canary, antes de sair da Fox.




Em 1964, já na Universal, ela trabalhou em The Brass Bottle e 7 Faces of Dr. Lao.






Finalmente, em 1965, ela estrelaria a série que a tornaria famosa: I Dream of Jeannie. Essa série, criada por Sidney Sheldon (1917/2007), teve 139 episódios e durou até 1970. Os protagonistas, Barbara EdenLarry Hagman (1931/), se tornaram mundialmente famosos:




Ainda em 1965 nasceu seu primeiro filho, Matthew AnsaraEla tinha 31 anos quando começou a série e 36 quando terminou. Na década de 70 ela continuou fazendo TV e cinema, mas nunca mais com a mesma repercussão de Jeannie.


Barbara em 1971:




Em 1974, Barbara separou-se de seu primeiro marido, após 16 anos de casados. Em 1977, casou-se com Charles Donald Fegert. Esse casamento durou até 1983. Abaixo, a atriz em 1976 (aos 42 anos):




Abaixo, Barbara na Life, em 1982 (aos 48 anos):




Barbara em 1986 (aos 52 anos):




A atriz, em 1991 (57 anos):




Em 1994, completando 60 anos:






Em 2001, o filho de Barbara, Matthew Ansara, foi encontrado morto numa caminhonete, morto por overdose de heroína. Morreu aos 35 anos, pouco antes de completar 36...




Abaixo, a atriz no funeral do filho:




Abaixo, Barbara Eden (71anos) e Larry Hagmann (74 anos) em 2005:




Foto atual, com o rosto modificado após plásticas mal feitas:




Atualmente, ela está escrevendo um livro de memórias, previsto para chegar às bancas em abril deste ano...



domingo, 20 de março de 2011

Programa O Fino da Bossa

Jair Rodrigues de Oliveira nasceu em 1939, em Igarapava (SP). Em 1954, se mudou para São Carlos (SP), onde se tornou crooner e fez apresentações na rádio local. Na década de 60, ele foi para a capital.


Elis Regina Carvalho Costa nasceu em Porto Alegre (RS), em 1945. Em 1964, já famosa, foi para São Paulo, onde ficaria até a sua morte.


Juntos, Jair e Elis apresentaram o programa Dois Na Bossa, a partir de 1964, pela TV Excelsior. Em 1965, o programa foi transferido para a TV Record, onde passou a se chamar O Fino da Bossa. Em 1967, ele retornou à TV Excelsior, e voltou a ser chamado de Dois Na Bossa. Mas, nesse ano, ele saiu do ar.
Foram apenas três anos de shows, mas ele marcou época, e gerou dois LPs.

A Bossa Nova começou, oficialmente, em 1958, com a música Chega de Saudade, de Vinícius de Moraes e Tom Jobim. Há quem diga que esse ritmo é uma mistura de Jazz e Samba, e há quem diga que é algo totalmente novo. Mas, de qualquer forma. "bossa nova" passou a significar tudo que era novo, inovador, futurista. Até o Presidente Juscelino Kubitschek, que governou o Brasil naqueles tempos, foi chamado de "bossa nova".

Mas a dupla Jair e Elis não cantavam somente "bossa nova" no programa. Havia sambas, mpb, canções de vários estilos. E o que fazia sucesso, naquele tempo?

video

O samba Deixa Isso Pra Lá (1964), de Alberto Paz e Edson Menezes, cantado por Jair Rodrigues:


Deixa que digam
Que pensem
Que falem
Deixa isso pra lá
Vem pra cá
O que que tem
Eu não estou fazendo nada
Você tambem
Faz mal bater um papo
Assim gostoso com alguém ?

video

Arrastão (1965), de Edu Lobo e Vinícius de Moraes, cantado por Elis Regina:

Ê, tem jangada no mar
Ê, ê, ê, hoje tem arrastão
Ê, todo mundo pescar
Chega de sombra, João
Jovi
Olha o arrastão entrando no mar sem fim
É, meu irmão, me traz Iemanjá prá mim
Para finalizar, a dupla Elis cantando Vem Balançar, com Wilson Simonal, em 1966, na TV Record:
video

domingo, 13 de março de 2011

Dionísio Azevedo - 1922/1994

Taufik Jacob nasceu em 1922, em Minas Gerais. Começou a trabalhar em rádio em 1941, na Rádio Record. Em 1950, estreou no teatro. Em 1951 estreou na TV na primeira novela, na TV Tupi: Sua Vida Me Pertence, de Walter Foster. Nesse mesmo ano, nasceu seu filho Dionísio Jacob (com a também atriz Flora Geny - 1929/1991). Abaixo, o casal Dionísio e Flora:


Outras novelas de sucesso do ator Dionísio Azevedo:

1968 - A Pequena Órfã: novela escrita por Teixeira Filho e dirigida por Dionísio Azevedo, que também fazia o papel de Velho Gui (ele tinha 46 anos). Na foto abaixo, Dionísio e Marize Ney:


Durante muito tempo, ele dirigiu novelas, como Os Deuses Estão Mortos (Record, 1971), O Príncipe e O Mendigo (Record, 1972), Jerônimo, O Herói do Sertão (Tupi, 1973) e outras...

1977 - Dona Xepa: novela escrita por Gilberto Braga, para a TV Globo:


1978 - O Astro: nessa novela escrita por Janete Clair, Dionísio Azevedo era Salomão Ayala, casado com Clô (Tereza Rachel) e pai de Márcio (Tony Ramos). Nessa época, a pergunta era: "quem matou Salomão Ayala?". E a resposta: foi Felipe Cerqueira (Edwin Luisi), amante de Clô. Abaixo, Dionísio e Tony Ramos:


1979 - Pai Herói: nessa novela, também escrita por Janete Clair, Dionísio era Nestor;

 1980 - Meu Pé de Laranja Lima (Bandeirantes);

1981 - Os Imigrantes (Bandeirantes)

1983 - Pão Pão Beijo Beijo (Globo) e Champagne (Globo);

No cinema, dirigiu em 1957 a primeira versão de Chão Bruto e como ator participou de grandes produções como O Pagador de Promessas(1962), Independência ou Morte (1972) — do qual também colaborou no roteiro —, Lampião, O Rei do Cangaço (1964), O Santo Milagroso(1966), O Caçador de Esmeraldas (1979), A Marvada Carne (1985) e a comédia Sedução (1974), de Fauzi Mansur.



domingo, 6 de março de 2011

Julie Newmar & Yvonne Craig

Se você não reconhece esses nomes é porque não assistiu o seriado Batman dos Anos 60 (1966 a 1968). Foram 120 capítulos de muita diversão, para quem era criança naquela época. Eu assisti o seriado no Brasil, muitos anos depois, mas mesmo assim não perdia um capítulo sequer.
E, nesse seriado, haviam duas personagens que marcaram época: a Mulher-Gato e a Batmoça. A primeira interpretada pela atriz Julie Newmar e a segunda interpretada pela atriz Yvonne Craig.

Julie Newmar (Julia Chalene Newmeyer) nasceu em 1933, em Los Angeles (EUA). Em 1952, com 19 anos, estreou no cinema, no filme Just For You. Em 1953, trabalhou em Serpent of the NileThe Band Wagon (com Fred Astaire e Cyd Charisse) e Slaves of Babylon. Foi quando ela tirou a foto abaixo:




Em 1954, ela fez o papel de Dorcas, umas das sete noivas do filme Sete Noivas Para Sete Irmãos. Também nesse ano ela fez Demétrio e Os Gladiadores (com Victor Mature e Susan Hayward). Abaixo, a atriz em 1961:




Ela começou a aparecer na TV em 1964, na série My Living Doll (1964/1965). E, em 1966, ela se juntou ao elenco de Batman, fazendo o papel de Catwoman por duas temporadas. Abaixo, Julie em sua fantasia, que ela mesma fez. Repare que ela não colocou o cinto na cintura e sim nos quadris, para enfatizar sua silhueta:




No filme Batman, de 1966, quem fez a Catwoman foi Lee Meriwether (1935/). E foi Eartha Kitt (1927/2008) que a interpretou, de 1967 a 1968. Falaremos delas num futuro post...


Em maio de 1968, Julie Newmar foi capa da revista Playboy. Aqui (http://nosmokingintheskullcave.blogspot.com/2009/06/julie-newmar-poses-for-camera.html) você pode ver as fotos que ela fez para a revista, aos 35 anos.




Nas décadas seguintes, ela trabalhou em diversos filmes, mas nenhum de grande repercussão. Abaixo, Julie Newmar em 1983, no filme Hysterical, com Richard Kiel (1939/). Ela estava com 50 anos:




Em 1995, ela apareceu no filme Para Wong Foo, Obrigada Por Tudo! Julie Newmar (To Wong Foo, Thanks for Everything!), onde interpretava a si mesma. A história girava em torno da foto que ela tirou em 1953, que teria sido autografada. Três drag queens, vividas por Patrick Swayze (1952/2009), Wesley Snipes (1962/) e John Leguizamo (1964/) viajavam atrás de um concurso, onde a atriz estaria...Abaixo, o cartaz do filme:




E aqui, a atriz, aos 62 anos, em 1995:




Atualmente, Julie Newmar tem 78 anos e vive em sua casa, em Los Angeles. Abaixo, a atriz em 2010:




Agora, falemos um pouco de Yvonne Craig...Yvonne Craig Joyce nasceu em Illinois, em 1937. Era filha adotiva de duas mulheres, chamadas Greta e Tina. Mas ela nunca soube dizer se elas eram lésbicas, pois naquela época de Guerra, muitas mulheres viviam juntas...Segundo ela mesma, só soube que Greta era sua mãe verdadeira, no leito de morte dela. E logo em seguida, ela se casou com Richard Craig, na busca por uma "nova vida". E em 1959, ela estreou no cinema, no filme The Young Land, com Dennis Hopper (1936/2010). Abaixo, os astros em 1959 (ela tinha 22 anos):




Em 1961, ela trabalhou com Cesar Romero (1907/1994), no filme Seven Women from Hell. Mal sabiam que logo seriam colegas em Batman...Abaixo, o cartaz do filme:




Em 1963, Yvonne trabalhou no filme It Happened at the World's Fair, com Elvis Presley (1935/1977). O sucesso da dupla foi repetido em 1964, no filme Kissin' Cousins...Abaixo, Yvonne e Elvis:




Ela entrou no seriado Batman em 1967, no papel de Barbara Gordon/Batmoça, aos 30 anos de idade:




Depois desse trabalho, ela apareceu em poucos filmes e séries (uma aparição em O Homem de Seis Milhões de Dólares), e "sumiu" da telona e da telinha...Em maio de 2011 ela completará 74 anos. Abaixo, uma foto mais atual dela:




Abaixo, Yvonne e Elvis em   Kissin' Cousins (1964):


video

sábado, 5 de março de 2011

Por Onde Anda...Jorge Coutinho


Jorge Coutinho nasceu em 1934, no Rio de Janeiro. Na década de 50, fez o Curso de Teatro Tablado, e fez sua primeira peça em 1958 (Do Mundo Nada Se Leva). Mas seu papel mais marcante foi na novela Passo Dos Ventos (1968), onde deu um beijo na atriz Djenane Machado (ele negro e ela branca). Essa situação não foi bem vista pela sociedade conservadora da época.
Tempos depois, passou a se envolver com o Sindicato dos Artistas e depois se candidatou a Deputado Estadual, em 2010. Abaixo, Jorge e Djenane, em 1968:

sexta-feira, 4 de março de 2011

Grandes Nomes da TV 5 - Tarcísio Meira e Glória Menezes (Parte 4)

Em 1987, Glória Menezes viveu a personagem Rosemere da Silva, uma mulher suburbana, que fazia a parte "brega" da novela Brega & Chique, de Cassiano Gabus Mendes. A "chique" era Marília Pera. Além das duas, também trabalharam nessa novela: Raul Cortez, Marco Nanini, Denis Carvalho, Marcos Paulo, Patrícia Pillar, Cássia Kiss, Cássio Gabus Mendes, Tato Gabus, Nívea Maria e muitos outros. Abaixo, Glória e Marília:


Entre abril e dezembro de 1988, a Rede Globo produziu o seriado Tarcísio & Glória, em 18 capítulos. Os dois protagonizaram diversas situações.

Em 1989, Tarcísio apareceu na novela Tieta, interpretando ele mesmo.

Em 1990, Glória fez a novela Rainha da Sucata e Tarcísio fez a novela Araponga.

Rainha da Sucata foi uma novela escrita por Sílvio de Abreu, e teve 179 capítulos. Glória Menezes era Laurinha Figueroa, casada com Betinho (Paulo Gracindo) e madrasta de Edu (Tony Ramos), por quem era apaixonada. Mas Edu se envolvia com Maria do Carmo (Regina Duarte), e Laurinha se transformou na vilã da novela. Destaque para Daniel Filho, Renata Sorrah, Raul Cortez, Aracy Balabanian, Antônio Fagundes, Cláudia Raia, Cláudia Ohana, Patrícia Pillar e Maurício Mattar. Primeira novela de Marisa Orth e Gerson Brenner. Abaixo, Regina Duarte e Glória Menezes:


A novela Araponga foi escrita por Dias Gomes e foi transmitida no horário das 21:30 h , num total de 113 capítulos. Começava com a morte do Senador Petrônio Paranhos (Paulo Gracindo) ao dar entrevista para a repórter Magali Santana (Christiane Torloni). A entrevista era sobre o romance do Senador com a jovem Arlete (Carla Marins). O crime passa a ser investigado por Aristênio Catanduva, vulgo Araponga (Tarcísio Meira). Nessa novela, também trabalharam Ângela Vieira, Ary Fontoura, Darlene Glória, Dira Paes, Eloísa Mafalda, Gracindo Júnior, Lúcia Veríssimo, Luiza Brunet, Taumaturgo Ferreira e Zilka Salaberry. Abaixo, Christiane Torloni e Tarcísio Meira:


Ainda em 1990, Tarcísio participou da minissérie Desejo, no papel de Euclides da Cunha. Essa minissérie contava a história de como Euclides foi traído por sua esposa, Ana de Assis (Vera Fischer) com Dilermando de Assis (Guilherme Fontes), e de como ele foi assassinado. Essa minissérie teve 17 capítulos e foi escrita por Glória Perez. No elenco, Marcos Winter, Marcos Palmeira, Cláudio Cavalcanti, Leonardo Villar, Nathália Timberg, Deborah Evelyn e Vera Holtz, entre outros...Abaixo, Tarcísio e Vera Fischer:


Em 1992, Glória trabalhou na novela das 19:00 h, Deus Nos Acuda, enquanto Tarcísio trabalhou na novela das 20:00 h, De Corpo e Alma.

Deus Nos Acuda foi escrita por Sílvio de Abreu e teve 178 capítulos. Nela, Dercy Gonçalves era Celestina, anja responsável pelo Brasil. Juntamente com Gabriel (Cláudio Correa e Castro), ela tinha que ajudar um cidadão brasileiro, tornando-o honesto, digno e trabalhador. Ela escolhe, então, a jovem Maria (Cláudia Raia) que, junto com seu pai, Tomás (Jorge Dória), viviam de trambiques. Maria se envolve com o jovem Ricardo (Edson Celulari), filho de Otto Bismarck (Francisco Cuoco), suspeito de matar suas ex-mulheres. Uma das "vítimas" de Otto teria sido a irmã de Bárbara Bueno/Baby, personagem de Glória Menezes. Baby quer descobrir a verdade sobre o cunhado. Além desses artistas, podemos citar: Cláudio Fontana (primeira novela na Globo), Cristina Mutarelli, Emiliano Queiroz, Luigi Barricelli (primeira novela na Globo), Flávio Silvino, Gerson Brenner, Gracindo Júnior, Jairo Mattos, Oscar Magrini (primeira novela na Globo), Ary Fontoura, Marieta Severo, Marcelo Novaes,  Maria Cláudia,  Marisa Orth, Aracy Balabanian (pela segunda vez no papel de Dona Armênia) e Diogo Vilella. Abaixo, cena de Deus Nos Acuda, com Francisco Cuoco, Glória Menezes, Marieta Severo e Ary Fontoura:

video

De Corpo e Alma foi uma novela escrita por Glória Perez, e teve 185 capítulos. Nela, Tarcísio Meira era o juiz Diogo, casado com Antônia (Betty Faria), que se apaixonava por Betina (Bruna Lombardi). Mas Betina morria e seu coração era transplantado para Paloma (Cristiana Oliveira), casada com o stripper Juca (Victor Fasano), que trabalhava no Clube das Mulheres. Também trabalharam nessa novela: José Mayer, Maria Zilda, Stênio Garcia, Guilherme Leme, Vera Holtz, Fábio Assunção, e outros. Mas a novela ficou conhecida, até no exterior, depois que ator Guilherme de Pádua matou a atriz Daniela Perez, filha da autora Glória Perez. Abaixo, Tarcísio com Cristiana Oliveira e Bruna Lombardi: